Miniatura 5
Casa com reboco caindo e cerca em pé

"Todo tempo quanto houver pra mim é pouco pra dançar com meu benzinho numa sala de reboco” (Luiz Gonzaga e José Marcolino)

Rebocar uma casa é motivo de celebração! É a alegria de ver o revestimento ser colocado, indicando a finalização, o acabamento do trabalho, faltando apenas uma mãozinha de tinta ou cal para tornar o ambiente ainda mais acolhedor. Nesta miniatura, por desgaste do tempo ou falha na aplicação do reboco, ele está caindo, mas, ainda assim, tem a sua beleza, a sua história para contar, juntamente com elementos como o banquinho na frente da casa (que serve para os pequenos momentos de descanso), como a palma no localizada fundo (garantia de alimento para os tempos difíceis de seca), como o pote de barro e a cabaça (que ajudam a guardar a água). É o cotidiano que, com a ajuda de tais objetos, se escreve na lida diária

Logo